Home » Noticias » Lindley fornece Bóias de Novos Perigos

Lindley fornece Bóias de Novos Perigos

15/11/2017

A Lindley, com apoio da sua associada Almarin – membro industrial da IALA e especializada no projecto, construção, instalação e manutenção de ajudas à navegação - forneceu duas bóias de novos perigos para a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra.

A expressão novos perigos é usada para designar as obstruções que ainda não estejam sinalizadas nos documentos náuticos. Os novos perigos compreendem as obstruções naturais, tais como bancos de areia ou afloramentos rochosos, e os perigos provocados pelo Homem, tais como navios naufragados. Segundo as recomendações da IALA transpostas para o Regulamento de Balizagem Marítima Nacional os novos perigos terão que ser adequadamente sinalizados utilizando duas bóias de assinalamento de emergência. Face a esta recomendação e à necessidade de garantir a segurança marítima, a disponibilidade de equipamentos deste tipo tem vindo a assumir cada vez maior importância.

As bóias fornecidas pela Lindley são da gama Balizamar®, respeitando as recomendações da IALA, projetadas e fabricadas em Portugal, possuem estrutura em aço galvanizado pintado, flutuador de uma só peça em polietileno rotomoldado cheio de espuma de poliestireno expandido, e estão equipadas com lanternas compactas autónomas com fonte de iluminação por LED disposta em dois anéis (um amarelo e um azul).



Categorias relacionadas

Sub-categorias relacionadas

Subscrever newsletter