Home » Noticias » Reabilitação dos passadiços flutuantes da Doca de Montante de Viana do Castelo

Reabilitação dos passadiços flutuantes da Doca de Montante de Viana do Castelo

31/07/2017

A Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo S.A (APDL), entidade responsável pela Marina de Viana do Castelo, adjudicou recentemente à Lindley a reabilitação dos passadiços flutuantes que servem de apoio às embarcações na Doca de Montante.

Os trabalhos foram efetuados a seco, nas instalações da Lindley em Alcoitão, e envolveram a remoção e substituição de todas as madeiras constituintes do deck e defensas laterais - 15 passadiços com cerca de 12 metros e 3 pontes de acesso com 12 metros - por madeira exótica de alta densidade, e ainda a substituição dos conjuntos de ligação entre passadiços. Foram também fornecidos novos sistemas de amarração para os passadiços e requalificados cerca de 70 fingers incluindo a aplicação de novos flutuadores de polietileno rotomoldado cheios a poliestireno expandido.

Com este trabalho, foi possível requalificar uma infraestrutura degradada e prolongar o seu tempo de vida, dotando a Doca de Montante de equipamento em condições para os seus utilizadores.

A Lindley possui uma equipa de técnicos especializados com capacidade para oferecer um serviço ‘chave-na-mão’ em trabalhos de reabilitação de equipamentos flutuantes. Para além da assessoria ao cliente na realização de visitas técnicas aos locais a intervencionar, confirmando as condições atuais dos equipamentos e avaliando as restrições e constrangimentos existentes, são elaborados relatórios com o diagnóstico da inspecção e com um plano das ações concretas necessárias à reabilitação do equipamento existente.



Categorias relacionadas

Subscrever newsletter