Home » Equipamento Flutuante

Equipamento Flutuante

A Lindley é especializada no fabrico, instalação e manutenção de soluções flutuantes para marinas e docas. Dispomos de uma gama completa de piers flutuantes flexível e modular com características específicas para cada aplicação e local. 

A experiência adquirida ao longo de mais de 25 anos de actividade no setor, o quadro técnico especializado, e a colaboração estreita com clientes e fornecedores, fazem da Lindley uma empresa com características únicas, oferecendo uma gama flexível e abrangente de soluções, que englobam:

  • Atenuadores de ondulação flutuantes em betão
  • Pontões flutuantes em betão
  • Passadiços em aço galvanizado, alumínio marítimo e madeira de pinho nórdico
  • Pontes e controlo de acessos ao cais flutuante                                                 
  • Plataformas flutuantes para motos de água e jetski                                      
  • Módulos de serviços multiusos (electricidade, água e iluminação)
  • Sistemas de amarração (guias de estaca, guias de parede, tirantes, correntes)
  • Montagem e assistência técnica
  • Contratos de manutenção

Preencha o seguinte formulário com informações sobre o seu projeto e envie o mesmo junto com a sua consulta:
Formulário Informações Técnicas Marinas

Notícias relacionadas

  • Novo atenuador flutuante em Walvis Bay
    No ámbito da expansão do seu novo terminal de contentores no Porto de Walvis Bay, na Namibia, NAMPORT investiu na instalação de um novo atenuador flutuante de ondulação para criar condições de abrigo na bacia destinada as embarcações de recreio e marítimo-turísticas.

  • Novo porto de abrigo em Povoação, na ilha de São Miguel (Açores)
    Os trabalhos de concepção, fabrico e instalação dos passadiços flutuantes e do equipamento auxiliar foram realizados pela Lindley.O Município de Povoação pretende potenciar o turismo náutico na zona e criar condições de abrigo para os utilizadores locais

  • Novo embarcadouro em Foz de Odeleite (Portugal)
    Lindley concluiu a instalação do novo cais flutuante, sustituindo três décadas mais tarde o equipamento que tinha sido originalmente fornecido pela empresa para incentivar a atividade marítimo-turística local e criar condições de amarração para as embarcações que navegam no rio Guadiana